Alimentação

Nossa Mini Horta

Sabe esses vasos de janela?

Compramos umas sementinhas, uma terra boa e iniciamos uma plantação.

Escolhemos sementinhas de verdurinhas que gostamos e comemos muito, sem nem saber se pode-se plantar assim, mas arrisquei.

Espinafre, Rúcula e Tomate cereja (esse, escolha da Val, adora um tomatinho cereja).

Vejam que amor que está ficando.

A Ruculinha foi a primeira a brotar.
Só na espera do tomatinho que deve ser muito amor!

Share:
Alimentação

Ovinho Caipira

Aqui em casa, amamos um ovinho.
Se for caipira com a gema bem vermelhinha então…

Olha que amor esse suporte de ovos que comprei na Siga.
Na verdade foi a Val que achou e me mostrou! Acho q ela é a mais fanzoca de ovo com gema mole que já vi.

Os ovos, compramos na feirinha de orgânicos q tem toda sexta na frente de casa. E são Mara!

“Todo ovo tem ácido fólico, uma vitamina que combate a anemia, reduz o risco do mal de Alzheimer, previne doenças cardíacas, derrames e ainda ajuda controlar a hipertensão.
Comer ovos todos os dias no café da manhã pode até ajudar a emagrecer. É que ele tem uma proteína que aumenta a sensação de saciedade, ou seja, a gente demora mais a sentir fome.” – Fonte: G1

E me desculpe, o melhor na minha opinião é a gema, então descarta-la, nunca!

De vilão a mocinho.

Share:
Alimentação, Crianças

Alimentação infantil – Uma luta com a Valentina

Como já disse algumas vezes, a Valentina não se alimenta da maneira que eu gostaria.

Ela come bem o arrozinho (ou massa), com feijão e carninha, mas legumes e verduras é um sacrifício!
Eu escondo, invento, amasso corto pequeno e aí a coisa vai.
Frutas é uma maravilha, ela come de tudo!!
Mas quando voltei a trabalhar e ela voltou para a creche, ela pegou uma virose, um resfriadinho, que a fez diminuir a quantidade de comida que comia e ainda as vezes vinha anotadinho na agenda da creche q ela não havia almoçado num dia, jantado no outro, ou não queria comer o lanchinho.
Então, por mais que tenha janta na creche, vai a mamãe aqui fazer uma comidinha bem caprichada para a pequenina para eu ter a certeza que aqui em casa, na janta pelo menos, ela comeria bem e com qualidade.
E ainda depois da janta dou uma fruta de sobremesa, e posso ficar com a consciência mais tranquila.
Final de semana aqui em casa eu tb não marco bobeira. Todas as refeições são feitas no mesmo horário de sempre, e nada de porcarias.
Claro que quando agente sai, não dá para manter essa rotina e rigorosidade. Mas em casa, já que ela não anda comendo tão bem assim na creche, eu não posso bobear.
Sei também q é uma fase, logo ela estará super adaptada na creche, curada do resfriado e consequentemente comendo melhor, aí posso relaxar e deixar ela comer uma “besteirinha” final de semana, ou dar uma janta mais light, como um sanduichinho ou um ovinho purinho que ela tanto gosta.
Arroz carreteiro: especialidade do papai que ela tanto gosta!
Share: